Ilhabela Pousada Boutique

GP Hotéis & Resorts lança Pousada de Luxo no litoral norte de São Paulo

Emanuel Lopes (GP Hotéis & Resorts), Eduardo Netto (Proprietário), Levy Rafael e Ivanildo Marques (GP Hotéis & Resorts)

No alto de uma montanha do litoral norte de São Paulo, foi criado um cenário bastante tropical que se integra à natureza local e permite admirar com muita satisfação a beleza natural da região.

As diversas palmeiras cultivadas em todo o local criam o clima tropical, a piscina com borda infinita faz a integração com a paisagem.

Muito prazer, somos a Ilhabela Pousada Boutique.

O destino: Ilhabela, São Paulo

Conhecida por suas belezas naturais, Ilhabela foi fundada em 1.805 e possui quase 350 quilômetros quadrados cercados por 42 praias exuberantes, um parque estadual com a maior reserva de mata atlântica do mundo, são 85% de mata preservada, uma vila de casinhas antigas que carregam muita história e cachoeiras de água pura.

A cidade recebe cerca de 500 mil turistas por ano, especialmente durante a temporada de verão.

Esse foi o destino selecionado pela GP Hotéis & Resorts para idealizar um projeto exclusivo, dando início ao seu portfólio de hospedagem de luxo.

Conceito que os destaca em aspectos como: exclusividade e personalidade das instalações, atenção aos detalhes do serviço, decoração e atendimento personalizado.

Com essa essência, a Ilhabela Pousada Boutique contará com suítes cuidadosamente decoradas e como missão, proporcionar uma experiência única e intimista para hóspedes que querem a tranquilidade de uma pousada, a qualidade de um resort e o tratamento diferenciado da hotelaria de luxo.

ecoparkhotel-galeria-de-fotos-18-160516144036324-33_850x478

GP Hotéis & Resorts aumenta receita em 31% do Eco Park Hotel Fazenda

A grande maioria dos hotéis, pousadas e resorts do Brasil sofrem com os efeitos da sazonalidade. Não adianta. Isso é algo inevitável para negócios hoteleiros.

O Eco Park Hotel Fazenda, surpreende com a sua beleza singular, situado na estrada sertãozinho, Km 06, em Biritiba Mirim no estado de São Paulo à apenas 1 hora de distância da cidade de São Paulo.

Comparativo – Agosto 2017 x 2018

Crescimento Projetado – 27% de receita
Crescimento Realizado – 31% de receita
Diária Média – 14% de aumento
Taxa de Ocupação – 5% de aumento
Vendas realizadas pelo site do Hotel – 13% da receita

Resultados conquistados através de planejamento comercial, marketing e gestão de pessoas.

fotografia-para-hoteis

De cada 5 viajantes, 3 escolhem hotéis que rendam boas fotos no instagram

Lembre da sua última viagem, dos momentos em que você aproveitou ao máximo o destino escolhido. Ao fazer isso se abre um sorriso em seu rosto?

Você não está sozinho. Pesquisa feita pelo Booking.com revelou que viajar faz tão bem que 77% dos entrevistados afirmam sair de férias no momento exato que precisam de uma dose de felicidade.

Mais do que isso, boa parte dos entrevistados afirmou que só o fato de planejar a viagem já melhora o humor. A pesquisa que ouviu 17.00 pessoas em 17 países indicou que 72% das pessoas sentem prazer só no ato de pesquisar sobre as próximas férias.

E mais da metade (56%) concorda que o pico de felicidade está no momento de reservar as férias.

A pesquisa também apontou que mais da metade dos viajantes brasileiros, 59%, escolhem acomodações que sejam “dignas de instagram” – os brasileiros empatam com os chineses e indonésios e só perdem para os indianos nesse quesito.

Produzir boas fotos para as redes sociais é uma das prioridades para os brasileiros que seguem a seguinte ordem de preferência: 58% postam fotos de áreas externas ou da vista, seguido por 56% do quarto, 55% da sala e 34% da cozinha.

A qualidade das imagens nos canais de vendas on-line é tão importante que, 48% dos viajantes são influenciados por fotografias bonitas da acomodação ao escolher seu próximo destino de férias.

60% desses viajantes disseram que já ficaram em uma acomodação em que as fotos eram melhores do que a acomodação real, mas 45% disseram que já se surpreenderam com acomodações melhores do que as fotografias mostravam.

Esses dados nos mostram como os brasileiros gostam de lugares bem decorados e sua obsessão por tirar e compartilhar fotos, não importa o lugar do mundo onde estejam, principalmente nas viagens de férias.

Uma imagem vale por mil palavras

Para se beneficiar desse gosto dos brasileiros, na hora de divulgar seu hotel, publique fotos que tenham boa resolução, sejam tiradas em ângulos que favoreçam a acomodação e principalmente, que representem bem a realidade da sua propriedade.

A decoração também é importante e as fotografias devem mostrar uma boa visão do quarto, cozinha e banheiro. E lembre-se, uma imagem vale por 1000 palavras; fotos bonitas da acomodação, em anúncios on-line influenciam 48% dos viajantes na hora da escolha de onde se hospedar nas próximas férias.

Fotografia para Hotéis, Pousadas e Resorts

Em meio a tantas opções, ser o hotel, o resort, a pousada ou o hostel escolhido pelo cliente na web parece difícil, mas não é. As pesquisas mostram um aumento de 20% nas taxas de ocupação nos hotéis que investem em imagens de qualidade e profissionais.

É por isso que a GP Hotéis & Resorts iniciou uma parceria com a Fotografia para Hotéis oferece o serviço especializado em hotelaria.

Além disso, a Fotografia para Hotéis analisa o perfil do hotel através de uma vistoria, identificando o melhor estilo de imagens, utilizando a lente certa e a luz adequada para motivar o cliente a realizar a reserva.

Isso gera fotos e vídeos incríveis através de equipamentos para esse tipo de trabalho. Seu empreendimento hoteleiro vai ser preparado pela experiência da equipe e, dessa consultoria somada às novas imagens, você pode colher melhorias e retorno financeiro certo.

administracao-hoteleira

Administração Hoteleira: 6 princípios para aperfeiçoar

Muitos gestores têm focado em procedimentos operacionais, principalmente em questões “pequenas”, como o serviço de quarto, e tem se esquecido de olhar para aspectos mais gerenciais.

É claro que a taxa de ocupação não é deixada de lado, mas falta envolvimento em processos e métricas “menores”. Em se tratando da administração hoteleira, todos esses aspectos são importantes, o que deve é haver equilíbrio entre o tanto que se olha para cada um deles.

Pensando nesse contexto, elencamos abaixo 5 passos para aprimorar a administração hoteleira. Veja:

Tenha à mão métricas de todas as áreas

Administrar é tomar decisões nas mais variadas esferas. Quando esse processo é permeado por dados e não por simples “achismo”, as chances de a administração hoteleira ser de sucesso são altíssimas.

Mas é necessária uma ponderação: revise as suas métricas. Veja se os indicadores estão sendo extraídas de maneira correta. Também cheque se esses dados são facilmente gerados e, principalmente, analisados posteriormente. Eles devem estar sempre à mão.

E, para isso, não há outra alternativa a não ser investir em uma ferramenta que traduza o desempenho do hotel em relatórios.

Dessa forma, é possível acompanhar o crescimento da propriedade com base nas decisões anteriores e, claro, prever as próximas a fim de manter o ritmo ou alavancar ainda mais o negócio.

O ideal é que esse tipo de documento possa ser facilmente filtrado em métricas de todas as áreas – taxa de ocupação, estadia média, vendas dos PDVs, perfis de hóspedes ou RevPar (divisão da receita total pelo número de quartos disponíveis), por exemplo – para, depois, ser impresso, enviado por e-mail ou baixado em CSV (tabela do Excel) para que você possa analisá-lo profundamente.

Ainda vale destacar um passo adiante nessa direção: a automatização dos relatórios na nuvem.

Esteja em aperfeiçoamento constante

Todos os funcionários devem estar em aprendizado contínuo para que a administração hoteleira renda bons frutos.

Nesse cenário, é principalmente o gerente quem deve conhecer o que há de mais atual no mercado. Dizemos isso porque tal postura passa autoridade, conhecimento e confiança para o público interno e externo do hotel.

Portanto, busque informações em canais atualizados, conheça outras realidades e faça networking em feiras.

Também participe ativamente de grupos de discussão no Facebook, Linkedin ou Medium, por exemplo. Afinal, expor o que se lê e, consequentemente, se aprende tende a ser a melhor maneira de absorver as práticas no dia a dia e pô-las em prática.

Modernize o atendimento

Já faz um tempo que as relações entre hóspedes e funcionários de hotel têm mudado. Antes mais frios e impessoais, agora a tendência é aproximar-se do cliente sem perder a cordialidade.

O ideal é que os atendentes hajam como se fossem anfitriões de uma casa ou cidade que acaba de receber visitas, algo parecido com o que prega o turismo de experiência e o próprio Airbnb, mas que pode ser facilmente aplicado em outros segmentos.

Estimule sua equipe a trabalhar para que sejam pessoas ajudando pessoas que, por acaso, são hóspedes. Para isso, abra mão do texto decorado que mais parece telemarketing.

Invista em colaboradores solícitos que sejam capazes de travar conversas agradáveis com quem estejam atendendo. Comece por você!

Conforme exemplificou Gabriela Otto em seu blog, a Hyatt retirou scripts ao longo de três anos, desfez procedimentos operacionais e trabalhou pela humanidade em primeiro lugar. O resultado foi mais confiança por parte do consumidor.

Inove nas ferramentas

Também defendemos a modernização nas ferramentas que você utiliza na administração hoteleira de seu negócio. Se você cumpriu o passo anterior que recomendamos, deve ter se inteirado de novas tecnologias, soluções e ferramentas modernas que podem ser suas aliadas.

Não tenha medo de ser pioneiro, deixar o tradicionalismo e investir em ferramentas de ponta – isso, aliás, pode fazer com que você se diferencie das grandes redes, que tendem a ser mais tradicionais.

Um exemplo que podemos dar é em relação ao CRS (central reservation system). Pode até parecer que ele ficou para trás com a chegada do channel manager.

Mas o que pouca gente sabe é que a maioria dos hotéis precisa mesmo é de um CRS na nuvem, que seja capaz de integrar em duas vias com PMS (property management system) e channel manager, inclusive com aqueles mais utilizados no Brasil, como Omnibees e HUnit.

Aposte na venda direta na administração hoteleira

Na metade do ano passado, uma série de hotéis cariocas boicotou a Decolar devido a questões como alta taxa de comissionamento cobrada e exigência de paridade tarifária.

Grande parte dessas propriedades não dispunha de um site próprio que disponibilizasse reservas. Ficava evidente, portanto, a dependência das online travel agencies (OTAs) que esse hoteis tinham.

Você não deve fazer o mesmo.

Assuma de uma vez por todas o controle do seu negócio, em vez de esperar por mudanças de taxas ou seja lá o que for por parte das OTAs. No caso da Decolar, não houve alteração alguma.

Seja pró-ativo em nome da sua própria administração hoteleira e tenha pelo menos um motor de reservas em seu site.

Assim fica mais fácil, inclusive, reter clientes a partir de uma campanha de marketing específica, já que você terá todos os contatos dos hóspedes.

Faça uma gestão humanizada

Você não deve esquecer da gestão de pessoas nunca em uma boa administração hoteleira.

É preciso recompensar quem é essencial, estimular quem ainda não está mostrando o que pode fazer e dispensar quem não está no lugar certo, porém sempre dando feedback antes desse momento, para que o funcionário possa ter a chance de melhorar.

mae

Dia das Mães para Hotéis e Pousadas, como atrair e fidelizar hóspedes?

O Dia das Mães é uma data comemorativa que aquece tanto o comércio que é considerado o “segundo natal do varejo”. Mas não são apenas as lojas que podem se beneficiar desse marco do calendário para vender mais.

Seu hotel ou pousada também pode atrair hóspedes no Dia das Mães e conquistar mais clientes para o ano todo!

O segredo para conseguir alcançar esses objetivos está em oferecer serviços voltados às necessidades específicas do público dessa data – suas clientes que são mães e os filhos delas!

Com isso em mente, apresentamos a seguir algumas dicas que ajudarão a atrair hóspedes no Dia das Mães e também a fidelizar os clientes dessa ocasião, fazendo com que eles recomendem seu estabelecimento para amigos e familiares e voltem em outras épocas do ano.

Ações para atrair hóspedes no Dia das Mães

Veja algumas sugestões de ações que ajudarão seu hotel ou pousada a chamar a atenção das mães e dos filhos que buscam um presente ideal para essa data especial.

1) Pacote relax

Muitas mães exercem o papel de cuidadoras da família – e, por causa disso, é normal que se esqueçam de cuidar delas mesmas. Uma forma de retribuir essa dedicação é oferecer serviços para que ela também se cuide.

Nesse sentido, seu estabelecimento pode criar um pacote especial com serviços como: massagem, meditação, banhos relaxantes e aromaterapia.

Tudo para oferecer momentos de relaxamento para a matriarca. Um presente e tanto!

 

2) Pacote família

O melhor presente para uma mãe é ver a família reunida! Por vezes, os filhos moram em casas e cidades separadas e fica mais difícil juntar todo mundo. Como essa é uma data especial, geralmente a família se reúne para o almoço ou jantar.

Se o seu hotel quer atrair hóspedes no Dia das Mães, precisa tornar esse momento ainda mais especial. Que tal oferecer um pacote com condições especiais para aquelas famílias que vierem comemorar o Dia das Mães no seu estabelecimento?

Assim, ao invés de só algumas horas juntos, eles podem passar um final de semana inteiro celebrando essa união.

3) Dia da beleza para as mães

Já se foi o tempo em que presente para o Dia das Mães era só eletrodomésticos ou coisas para casa. No dia especial dessas importantes figuras na vida de todo mundo, é mais do que justo fazer com que elas se sintam amadas e com a autoestima em alta.

Uma ação que pode chamar a atenção de quem busca um presente nesse sentido e ajudar a atrair hóspedes no Dia das Mães é o dia da beleza especial para elas. A ideia é oferecer serviços de beleza gratuitos para as mães que se hospedarem nesta data. Exemplos: cabeleireiro, maquiagem, manicure, design de sobrancelhas etc.

4) Oferta especial para as mães

Essa é uma ação básica, que pode ser aplicada para atrair hóspedes no Dia das Mães e também em outras datas especiais.

Já que as homenageadas são elas, que tal oferecer condições especiais para as mães que se hospedarem em seu estabelecimento nesta ocasião?

Um caminho para isso é oferecer desconto para as matriarcas que quiserem passar o Dia das Mães em seu hotel ou pousada.

Ou, ainda, oferecer estadia, café da manhã ou almoço gratuito para quem trouxer a mãe junto quando se hospedar nessa data.

5) Almoço especial

O almoço é, certamente, uma das refeições mais tradicionais nas comemorações dessa data. É o momento em que a família se reúne para homenagear as mães e celebrar o amor.

Ao mesmo tempo, muitos encontram dificuldade para fazer reservas nos restaurantes, que estão geralmente lotados nessa data.

Por isso, oferecer um almoço especial no dia 14 de maio vai ajudar seu hotel ou pousada a atrair hóspedes para o Dia das mães.

Afinal, o fato de o estabelecimento oferecer essa refeição especial, pode ser o fator decisivo da escolha do hotel como estadia para comemorar esse momento.

6) Brindes para as mães

Por mais que elas sempre digam que “não precisava”, as mães adoram receber presente no dia delas.

Pode ser apenas um cartão escrito à mão pelos filhos, isso já vai fazer com que ela se sinta grata e muito amada. Então, seu hotel não pode deixar de presentear a homenageada dessa data.

Prepare alguns brindes para distribuir entre as mães.

Um buquê de flores, uma caixa de chocolates ou uma toalha personalizada são algumas ideias.

Além disso, se estiver acontecendo algum show especial de Dia das Mães em sua cidade, tente fazer parceria com a empresa do evento para conseguir alguns ingressos para suas hóspedes especiais.

7) Avô/ó; Tio/a; Pai que também é mãe!

Muitas vezes, as pessoas que fazem o papel de mãe não são necessariamente a figura da mulher que deu à luz. Pais, irmãos(ãs), avôs(ós) e tios(as) muitas vezes são as figuras maternas na vida das pessoas.

Se o seu hotel ou pousada quer se destacar e atrair hóspedes no Dia das Mães, precisa também levar em consideração esse público.

Desenvolva uma ação de marketing especial para os pais, irmãos(ãs), avôs(ós) e tios(as) que também são mães, oferecendo condições especiais para que eles comemorem essa data em seu estabelecimento.

anuncio-waze-hotel

Quanto Custa Anunciar o Seu Hotel no Waze? Vale a pena?

Um dos canais de mobile marketing mais novos e interessantes de se criar campanhas, sim, estamos falando do Waze.

O Waze é um aplicativo baseado em navegação por satélite para indicar rotas, condições de trânsito, lombadas, batidas, tudo em tempo real.

Mas como anunciar em uma mídia tão inovadora? E mais importante, quanto custa anunciar no Waze?

É o que veremos a seguir!

Anúncios no Waze: como fazer e quanto custa

Antes mesmo de chegarmos nas especificações de orçamento para publicidade no Waze, vamos dar um breve overview sobre a ferramenta e suas funcionalidades, assim ficará mais fácil entender como configurar uma campanha com sucesso e quanto custa criar anúncios no Waze do seu Hotel.

Tipos de anúncios no Waze

Existem três tipos de anúncios na ferramenta de navegação: por Busca, Pinos e Takeover. Vamos explicar cada um logo abaixo:

Busca

Esse anúncio é exibido quando um usuário faz uma busca na lupa para encontrar um destino. Nele, irá aparecer o nome do seu hotel e logo indicando como uma sugestão de localidade final.

Caso gere um interesse, o usuário pode clicar para obter mais informações, salvar a localização, salvar a oferta ou ligar para seu hotel.

Esse tipo de anúncio pode ser muito útil quando o usuário está buscando um hotel na região e encontra o seu estabelecimento através do anúncio.

Pinos

Esse tipo de anúncio é literalmente um pino virtual que aparece no mapa conforme o usuário está navegando.

Esse formato é criado através do cadastro de localização do seu hotel, assim, conforme o navegante se aproxima do local do seu estabelecimento, seu pino fica mais aparente.

Ao clicar no pino aparece um popup que preenche a tela parcialmente dando mais informações sobre o estabelecimento.

Essa é a hora de apostar na criatividade e diferenciais do seu hotel, falaremos mais disso a frente!

Takeover (Ou SpeedZero)

Como o próprio nome já diz, esse é o formato de anúncio que é exibido quando o navegante está parado.

Esse é o anúncio com maior tamanho de exibição na tela do usuário, só aparece quando está parado justamente para não atrapalhar a experiência do usuário e às vezes podendo até acabar atrapalhando sua rota.

Nesse tipo de anúncio, o espaço é maior e você pode explorar a criatividade para oferecer uma promoção ou oferta exclusiva para os usuários do Waze, o que também ajudaria na hora de mensurar os resultados dos anúncios.

Criativos dos anúncios

Como falamos anteriormente, em seu percurso, quando as pessoas visualizam um anúncio, elas podem tocar nele para encontrar mais informações, salvar para visualizar em outro momento e até mesmo alterar a rota para chegar a seu estabelecimento.

Aposte em uma chamada que gere interesse para esse navegante, por exemplo:

  • Não dirija cansado, aproveite que está próximo do Hotel GP e descanse.
  • Bateu aquela fome? O restaurante GP oferece mais de 60 opções de pratos e lanches para você seguir sua viagem abastecido e descansado.
  • O trânsito não deu trégua? Aproveite para dar uma relaxada no melhor hotel da região.

 

Quanto custa anunciar no Waze de verdade!

Já passamos por todos os pontos principais da ferramenta e agora está na hora de falarmos de quanto custa anunciar seu Hotel no Waze de verdade.

A primeira informação importante a se saber é que o custo do anúncio no Waze é calculado por CPM (Custo por Mil Impressões), ou seja, a cada mil visualizações do anúncio (mesmo o usuário não clicando ou interagindo) você será cobrado o valor configurado de lance da campanha.

O mínimo de investimento é de $2 (dois dólares) por dia, sendo que você pode pausar sua campanha a qualquer momento.

Então, se seu orçamento é de $20 (vinte dólares) por mês, ao passar 10 dias você sabe que terá alcançado seu budget.

A qualquer momento é possível pausar ou cancelar a campanha. Como as configurações padrões de outras mídias pagas, as campanhas podem rodar durante o mês e você fará o pagamento somente ao fim do mês.

Será necessário um cartão internacional para que a cobrança seja debitada direto em sua fatura de crédito. O Waze aceita Visa, Mastercard, American Express e Discover.

Se ainda tem dúvidas sobre como anunciar no Waze e qual investimento seria viável para seu negócio, entre em contato com os nossos profissionais certificados.

A Red Roof Inn (rede americana) maximiza as reservas de última hora com o Waze

Visão Geral da Campanha 
A Red Roof, uma das principais redes de hotéis de baixo custo do mercado americano, é pioneira na adoção de táticas exclusivas para alcançar seu principal cliente, aquele que está nas proximidades. A Red Roof viu o Waze como uma oportunidade de aumentar seu número de reservas alcançando viajantes cansados que procuram hospedagem de última hora enquanto estão dirigindo.

Resumo da Campanha

  • 168 milhões de impressões
  • 139,310 de pessoas engajadas
  • 14 mil navegações

Execução da Campanha
A Red Roof lançou sua campanha em agosto de 2015 com uma mensagem simples: eles estavam à disposição daqueles que precisavam de uma pausa nas viagens. Os locais da Red Roof foram indicados aos viajantes pelos marcadores da marca do mapa. Ao tocar no pin, os usuários viam a mensagem da campanha e podiam recalcular o trajeto para o hotel diretamente do anúncio.

A campanha teve excelentes taxas de engajamento em relação aos comparativos de referência da plataforma e cresceu ainda mais com uma otimização específica e um plano de testes de criativos.

Como-oferecer-uma-experiência-sensacional-ao-seu-hóspede

O Jeito Disney de Encantar Os Clientes Adaptado para Hotelaria

Como encantar os seus hóspedes: 4 dicas inspiradas no “O Jeito Disney”. O livro Nos bastidores da Disney conta alguns dos segredos que os famosos parques praticam para terem tanta excelência no encantamento de clientes; veja 4 deles e como aplicá-los com uma adaptação para hotelaria.

Lição 1: Concorrente é qualquer hotel com a qual o cliente o compara

Pensar que nossos concorrentes são apenas os que oferecem o mesmo tipo de serviço é cada vez mais um grande equívoco.

O padrão é estabelecido por empresas de fora do nosso setor.

Explicando melhor: todo hotel que é comparado com o seu é sem dúvidas o seu concorrente, e isso pode ser bom ou ruim, vejamos duas situações:

  1. Primeira situação
    Seu cliente liga na operadora para fazer o cancelamento da linha de celular. Durante o atendimento, que é extremamente demorado, ele é transferido diversas vezes de atendente, tendo que repetir sua solicitação a todos eles, até que finalmente tem seu pedido atendido.
  2. Segunda situação
    Seu cliente deseja tomar um café e, ao chegar na cafeteria, é recebido com ar-condicionado, ambiente com Wi-Fi, cadeiras confortáveis, atendimento ágil que lhe chama pelo nome, que inclusive está escrito no copo do café.

Ao entrar em contato e ser atendido pelo seu hotel, com qual das duas situações você acha que ele vai compará-lo? Você está preparado para isso?

Lição 2: Fantástica atenção aos detalhes

Em alguns parques da Disney, carruagens estão disponíveis para transportar os visitantes.

Porém, quando não estão em movimento, os cavalos ficam amarrados a pequenos postes em locais específicos dos parques.

Os principais postes são pintados pela equipe da Disney todas as noites, pois, para eles, um cliente não pode encontrar algo no parque que não reflita o imenso cuidado que eles tem com tudo e todos.

Mas como isso influencia nossos hóspedes?

A primeira impressão pode ser de que isso é apenas um pequeno detalhe no meio de tantos outros maiores e mais importantes fatores que precisamos nos atentar em nosso hotel.

Porém, o hotel que se preocupa com detalhes como esses terá igual preocupação com seus hóspedes e tudo o que lhes diz respeito.

Ou seja, ser atento aos mínimos detalhes indiretamente vai fazendo com que essa cultura seja instaurada em seu hotel e com o tempo, tudo receberá a mesma atenção, tornando a experiência de seu hóspede cada vez melhor e mais surpreendente.

Lição 3: Atenção ao feedback do seu hóspede/cliente

Mesmo a Disney, exemplo de atendimento ao cliente, passa por situações em que seus clientes não estão tão satisfeitos assim.

São problemas em relação ao tempo de espera nas filas das atrações, qualidade dos alimentos servidos nos parques, espaço para se acomodar durante os desfiles, entre outros.

Para atuar quando um problema ocorre e um cliente possa estar insatisfeito, existem funcionários chamados de Super Anfitriões, que agem de imediato minimizando ao máximo a frustração do cliente e o possível impacto na empresa.

A preocupação é tanta, que semanalmente cerca de 1.500 clientes são entrevistados nos parques para saberem quão perto de 100% a Disney está.

Ouvir o que os clientes têm para dizer é algo de extrema importância em qualquer empresa, principalmente para aqueles clientes insatisfeitos.

Lição 4: Ser um bom Gerente não é mais suficiente

Ser um bom Gerente Geral vai além de saber como falar com seus hóspedes e colaboradores.

Em um mundo em que temos toda a informação necessária sobre um produto ou serviço na ponta de nossos dedos, ser um bom Gerente significa entender o que as pessoas querem e entregar isso de uma forma divertida e única.

Mais do que simplesmente ter um bom atendimento, o Gerente ideal é aquele que sonha grande e não tem medo de romper paradigmas e barreiras, criando, muitas vezes, experiências que muitos acreditavam ser impossíveis.

Claro, fazer isso não é tão simples, mas é algo em que todos os empreendedores deveriam apostar suas fichas.

E por fim

Não venda produto ou serviço para seu cliente, mas venda valor.

Vender “valor” é oferecer uma experiência tão mágica ao consumidor que ele será incapaz de comparar seu produto ou serviço ao concorrente.

gestao-hoteleira-aeb

Saiba como Reduzir R$ 56.500 de custos no seu Hotel de uma forma inteligente

Recepção atenciosa, quarto bem arrumado, mimo sobre a cama e chuveiro quente. Tudo isso é imprescindível para uma estada memorável em um hotel. Contudo, a experiência pode virar um pesadelo se o maior setor do empreendimento pecar em alguma etapa: a área de Alimentos & Bebidas.

A gestão de A&B apresenta muitos desafios e todos os processos do estabelecimento são importantes e devem estar integrados para que o negócio apresente resultados positivos na entrega final.

Toda equipe deste setor precisam estar igualmente atentos a diversos elementos, a fim de garantir a segurança alimentar do empreendimento afastando todos os riscos possíveis à saúde dos hóspedes, o maior dos males.

Um caso de contaminação ou intoxicação de um hóspede pode gerar processos e requerimentos de indenizações milionárias, decretando o fim do negócio.

Se em muitos setores o “algo novo” deve ser apresentado em todos os processos, em A&B é o contrário. Neste setor existem inúmeras atividades obrigatórias, pois os profissionais lidam diretamente com a saúde e a qualidade de vida dos seus hóspedes, fazendo da rotina uma grande aliada. Ao mesmo tempo, esta área do hotel também é altamente dinâmica e “cada dia é um novo dia”.

Para nós, não saber como manter a rotina é o principal erro do gestor de A&B, que destaca a necessidade do controle. “Normalmente esse departamento nunca fecha, funciona ininterruptamente, suas etapas não são mecanizadas (algumas delas nunca serão), e o gestor não consegue observar e participar de todas elas”.

Não tenha dúvida que a gestão precisa ser diária, quando você negocia um cardápio personalizado, quando decide por uma compra, quando define o staff para um evento ou quando analisa seus indicadores internos você está também fazendo a gestão de custos do seu empreendimento.

Saiba como reduzimos R$ 56.500 de custos no setor de Alimentos & Bebidas

Outra necessidade vital é trabalhar de maneira organizada e antecipada, através do sistema de OBZ (Operação Base Zero), conseguimos identificar uma oportunidade de redução, substituindo o “filé de tilápia” por “filé de panga” e resultamos na economia de R$ 4.712,00 mensal (R$ 56.500,00 por ano).

Princípios morais e sociais também devem ser levados em conta na hora da compra e manuseio dos alimentos, considerando o desperdício de alimentos, consequências tão comum em grandes estabelecimentos.

Conheça mais sobre a GP Hotéis & Resorts

A GP Hotéis & Resorts, está no mercado para atender a todos os tipos de hotéis e pousadas, principalmente os pequenos e médios, seja com administração independente, familiar ou de redes.

Nossa equipe com experiência na hoteleira, garante que as áreas de Finanças, Receitas e Distribuição, Vendas, Marketing, Operações e Recursos Humanos desempenhem uma gestão moderna, focada e ágil.

operadoras

45 Dicas de como Encantar e Atrair mais Vendas Diretas para o seu Hotel

Não somos contra a distribuição para OTA’s e parceiros, vamos ajudar o seu hotel a não depender somente desta estratégia e aumentar as vendas diretas do seu empreendimento.


Plataforma de alojamentos privados (Airbnb) quer atrair hoteleiros profissionais. Booking é o maior adversário a bater, que representa 75% das reservas hoteleiras.

Tem crescido ao longo dos anos com novos serviços e ofertas e agora já não quer ser apenas uma plataforma para alojamentos privados. O Airbnb iniciou uma ação de charme para conquistar os hotéis e alojamentos profissionais que atualmente se promovem junto das grandes centrais de reservas online. Booking e Expedia são os concorrentes a bater.

“Neste ano, estamos a desenvolver uma série de mudanças para que possamos apoiar melhor os empreendedores e proporcionar-lhes melhores ligações à comunidade de hóspedes que temos dispersa por 191 países do mundo. Queremos que o Airbnb seja para todos, incluindo para os profissionais da hotelaria que oferecem espaços únicos e serviços personalizados”, diz a plataforma de alojamento, numa carta aberta aos gestores hoteleiros.

Como podemos ajudar o seu Hotel a contornar o mundo das altas comissões?

Dentro deste mundo “altas comissões para operadoras” há infinitas possibilidades de sair desta “zona de conforto“. Basicamente, estas possibilidades podem ser divididas nos seguintes objetivos: inspirar, atrair, converter, atender relacionar, e reter hóspedes.

Listamos 45 dicas de estratégias hoteleiras para iniciar-se o posicionamento do seu hotel e desafogar sua folha de pagamento:

  1. Envie semanalmente informações: dicas, promoções, agradecimentos, entre outros. Jamais deixe sua lista de hóspedes adormecida, envie email marketing.
  2. Envie seus e-mails marketing de forma nominal: não utilize como (de: hotel para: cliente) e sim (de: João da Silva para: Maria da Silva).
  3. Não foque o e-mail marketing apenas em tentativas de venda, pense também em conteúdos de relacionamento e informe novidades sobre o seu destino.
  4. Crie promoções de desconto progressivo. Por exemplo, “Fique 4 e Pague 3 durante a hospedagem de domingo a quinta-feira” nos períodos de menor ocupação.
  5. Tenha uma assessoria de imprensa para elaborar releases para a imprensa quando tiver alguma novidade interessante no hotel ou no destino que possa envolver sua marca.
  6. Crie uma área na recepção com alguma moldura, decoração para o pessoal bater foto e fazer check-in no Facebook.
  7. Parcele as compras sem juros no cartão de crédito, isso é um grande diferencial para as reservas diretas. Hoje as grande Operadoras parcelam normalmente em até 10 vezes sem juros.
  8. Dê algum desconto se o pagamento for à vista.
  9. Negocie com as OTA’s os contratos e valores de comissão.
  10. Mantenha um blog sempre atualizado, aborde temas pertinentes à região do seu hotel: atrações próximas, pontos turísticos, e acontecimentos (notícias) vivenciados perto do seu hotel.
  11. Dê desconto para os aposentados, eles tem tempo para viajar na baixa temporada.
  12. Use o nome da sua cidade em anúncios patrocinados, os clientes compram destino em primeiro lugar.
  13. Lembrando que se o hotel tem público corporativo, faça postagens regulares no Linkedin.
  14. Fique atento ao chat do Facebook Messenger, do Instagram e de outras redes sociais e responda rápido as perguntas.
  15. Tenha um site com excelentes fotos e responsivo (adaptável em todos os dispositivos) hoje 85% dos acessos são através de celulares.
  16. Faça anúncios de remarketing no Facebook para pessoas que já visitaram o seu site.
  17. Há aparelhos que solicitam que o hóspede faça check-in no Facebook para acessar o wi-fi, é uma opção interessante. Disponibilize Wi-Fi gratuito e rápido para seus hóspedes.
  18. Utilize hashtags (#) nas redes sociais em todas as publicações.
  19. Crie uma personalidade sólida da sua marca. Se a logomarca do seu hotel tem mais de 15 anos, com certeza está na hora de atualizar.
  20. Saiba as 10 principais cidades que enviam hóspedes para seu hotel e no feriado de aniversário destas cidades crie ações específicas de marketing.
  21. Promova seus colaboradores que se destacaram nas mídias sociais do hotel, todos gostam de ver pessoas.
  22. Convide blogueiros e pessoas influentes a ficar de graça por 1 ou 2 diárias no hotel em troca de produzir conteúdos de vídeo, posts e fotos que fiquem disponíveis para seu hotel utilizar posteriormente nas próprias redes sociais, e claro, que a pessoa também tenha que postar durante a estadia.
  23. Importante dar atenção a Otimização do seu Site para melhor posicionamento no Google, reduzindo o custo de Links Patrocinados em algumas palavras-chaves.
  24. Seu hotel fala claramente com o seu público-alvo? Público corporativo valoriza questões diferentes do público lazer.
  25. Renove as fotos das instalações do seu hotel no site a cada dois anos, pelo menos.
  26. Implemente um motor de reservas online é assim que a nova geração quer reservar.
  27. O site do hotel deve ser otimizado para vender e não para informar. Otimize-o com frequência.
  28. Venda suas ideias aos colaboradores do seu hotel, antes de vendê-las aos clientes.
  29. Seu hotel deve estar listado no máximo de canais possível, isso inclui estar presente em várias OTA`s, agencias de viagens, GDS, etc.
  30. Envie mensagens e cupons de desconto no aniversário do seu hóspede.
  31. Crie um sistema de recompensa para premiar a fidelidade dos hóspedes. Pode ser algo simples, a cada 10 diárias, ganha 1, por exemplo.
  32. Inclua WhatsApp, Facebook, Viber e Skype como forma de contato e reservas.
  33. Não entre em guerra de preços. Valorize o destino, preço baixo não gera demanda.
  34. Evite ao máximo cobrar taxas de serviços sobre o valor da reserva. O que não é comum no mercado gera objeção.
  35. Uma das grandes vantagens que a Booking.com oferta aos consumidores é poder reservar sem ter que pagar antecipadamente. Tente adaptar-se a isso no seu motor de reservas.
  36. Pratique duas tarifas no seu canal de reservas diretas: a não reembolsável mais baixa que seu preço nas OTA`s, e a tarifa normal com cancelamento gratuito e uma possível paridade tarifária.
  37. Ofereça um 0800 ao seu cliente para facilitar o contato.
  38. Sempre faça follow-ups dos contatos de orçamento, até obter uma resposta, seja positiva ou negativa.
  39. Tenha sempre uma surpresa preparada caso algum hóspede comunique na recepção que está de aniversário.
  40. Coloque tempo e esforço para gerenciar as iniciativas de PPC (Pay-Per-Click) e SEO (Search Engine Optimization).
  41. Treine sua equipe para sorrir para seu hóspede e sempre dar bom dia, boa tarde e boa noite. Simpatia gera simpatia e boas avaliações.
  42. Utilize as ferramentas de análise das próprias redes sociais e meça o alcance e engajamento das suas publicações e anúncios.
  43. Faça parceria com agências de turismo receptivo e passeios.
  44. Você pode compartilhar conteúdos de parceiros em suas redes sociais, anunciando shows, eventos, passeios entre outros, nem todo conteúdo precisa ser produzido!
  45. Incentive seus hóspedes a compartilhar fotos e vídeos no seu hotel.

Administradora de Hotéis, quais são as vantagens?

  • Maior flexibilidade nas negociações de taxas de administração;
  • Modelo de negócios baseado em uma política de negociação séria, com gestão eficiente, calcada no valor da meritocracia, e reconhecimento da importância de uma equipe coesa e alinhada;
  • Atuamos na administração, treinamento, consultoria e desenvolvimento de estratégias para alavancar os resultados do seu empreendimento;
  • Seleção criteriosa de investimentos, feita após uma extensa e cuidadosa análise de mercado, que possibilita crescimento de forma sustentável.

Veja mais sobre clicando aqui.

Facebook para Hotéis

7 Dicas para Atrair Hóspedes para o Seu Hotel na Baixa Temporada

Uma das primeiras coisas que hotéis e pousadas fazem em baixa temporada é diminuir o preço da diária. Essa tática pode até funcionar, mas é preciso entender quando e como fazer isso para não sair no prejuízo.

1. Saiba o momento certo para baixar o preço

Não basta simplesmente diminuir o valor da diária. Saber o momento certo para isso é fundamental para evitar que seus quartos e (e caixa) fiquem vazios.

Se em determinado período você notar que tem movimento nos sábados e domingos, mas fica sem ninguém durante a semana, pode direcionar ações para esses dias específicos. Por exemplo: descontos apenas para estadias entre segunda a quinta. Assim, vai chamar a atenção dos clientes para a possibilidade de se hospedar durante a semana, sem prejudicar o final de semana que já tem um bom fluxo de hóspedes.

2. Crie pacotes especiais

Outra forma de evitar que o desconto seja o principal atrativo, é oferecer outros tipos de vantagens. Criar pacotes especiais é uma maneira para isso. Ainda considerando o caso citado acima, você pode criar pacotes voltados aos dias de semana.

Exemplo: pague duas noites e ganhe três em estadias de domingo a quinta-feira. Além disso, pode agregar valor para a hospedagem oferecendo serviços além da estadia. Algo como: “Hospede-se conosco e ganhe X”. Esse algo a mais oferecido deve estar relacionado aos interesses do cliente: se ele gosta de gastronomia, ofereça um jantar; se ele gosta de atividades culturais, pode dar um ingresso para uma peça de teatro, e assim por diante.

3. Dê desconto para quem voltar na baixa temporada

Você tem muitos clientes durante a alta temporada. Então, aproveite o contato com eles nessa época para atraí-los para os períodos com baixa movimentação. Que tal oferecer condições especiais para aqueles clientes que quiserem voltar na baixa temporada?

Ao fazer isso, além de dar uma vantagem exclusiva, você estará colocando uma ideia na mente dele. Poder ser que o cliente nem pensasse em vir ao seu hotel naquele período, mas, como você está oferecendo esse desconto especialmente, o hóspede vai passar a considerar a possibilidade de voltar sim – principalmente se ele teve uma boa experiência na estadia.

4. Crie uma tradição em seu hotel

Se o clima ou a sua região não oferece nenhum grande atrativo durante o período de baixa temporada, o seu hotel pode criar sua própria atração – que pode virar uma tradição, fazendo os clientes voltarem todos os anos naquela época. Você pode promover, por exemplo, uma feira ou um encontro anual baseando-se na cultura de sua região.

Ou então realizar eventos de acordo com o perfil mais comum de hóspedes que recebe. Se muitos empreendedores se hospedam em seu hotel ou pousada, eles gostarão de saber que todo ano você promove uma conferência sobre gestão, por exemplo. Ou se a maioria de seus clientes são mulheres, que tal realizar anualmente uma semana especial para elas, com atividades e palestras relacionadas ao universo feminino?

5. Entre em contato com possíveis hóspedes

Pessoas que se hospedaram com você em períodos de baixa temporada nos anos anteriores, clientes que avaliaram bem a estadia, hóspedes que demonstraram que gostam de estar sempre viajando. Entre em contato com essas pessoas, pois a probabilidade de eles terem interesse em se hospedar com você novamente é bem grande – basta você oferecer um bom motivo (como promoções especiais e eventos).

Além disso, contate também aqueles que procuraram seu hotel na alta temporada, mas você não conseguiu recebê-los porque estava lotado. Ou os clientes que reservaram, mas, por algum motivo, tiveram que cancelar, deixando claro que gostariam de ir em alguma outra oportunidade. Essas pessoas também são seus possíveis hóspedes na baixa temporada.

6. Atualize suas informações na internet

Muitos hotéis colocam em suas páginas, redes sociais e também nos sites de reservas (Booking.com, por exemplo) as promoções de alta temporada e, quando a movimentação acaba, eles esquecem de atualizar as informações voltadas para a baixa temporada.

Como há muito mais vagas nesse período de baixa movimentação, as opções de seu cliente são bem maiores. Então, estar com as informações de preços, eventos e promoções atualizadas faz toda diferença para que ele escolha o seu hotel ao invés do concorrente.

7. Crie campanhas hoteleiras nas redes sociais

Hoje temos as redes sociais como grandes aliadas para redução do investimento em marketing e a alta conversão com novos hóspedes, através do Facebook e Instagram por exemplo, podemos criar campanhas segmentadas qualificando vários funis, tais como: geográfico, interesses, comportamento entre outros. Utilize o seu orçamento de marketing de uma forma inteligente e mensurável.

Via Gazin.